Arquivo | igualdade de raça RSS feed for this section

Manifesto somos todos humanos

30 abr

Milhões de pessoas em todo o mundo sofrem discriminação em seu local de trabalho devido a cor de sua pele. Seja no campo de futebol, no escritório de uma multinacional, no interior de uma loja ou em qualquer outro lugar, a discriminação é um fato.

 

O que sofreu Daniel Alves em campo no último domingo é o que acontece sistematicamente em muitos lugares ao redor do mundo. No entanto, na maioria dos outros casos, a situação está entre quatro paredes e não é transmitida ao vivo para o mundo todo, gerando reações imediatas que embora ganhem espaço e status pouco refletem na consciência, alteram o pensamento vigente ou nas ações praticadas pela sociedade como um todo.

 

Espero que o fato ocorrido no último domingo promova reflexão na sociedade e, principalmente, uma mudança positiva nas estruturas vigentes de tal maneira que possam culminar em mais negros em cargos de chefia, na equiparação salarial entre brancos e negros, na ascensão de negros na política e no fim da discriminação racial em qualquer maneira que exista e esteja em vigor na sociedade.

Construindo políticas públicas para raça

26 abr

Resta cerca de 200 vagas para a II Conferência da Igualdade Racial da cidade de São Paulo. 400 pessoas já se inscreveram para o evento, que acontece de 8 a 10 de maio, na Assembléia Legislativa.

O evento tem como objetivo formatar um plano de políticas públicas de igualdade para ser implementado na cidade e recebe inscrições até dia 05 de maio, através do site e do telefone (11) 3113-9745 . A organização é da Coordenadoria dos Assuntos da População Negra ligada à Secretaria de Participação e Parceria.

De acordo com a coordenadora da  CONE,  Maria Aparecida de Laia, a Conferência possibilita uma abertura de diálogo com a sociedade civil, cumprindo o papel da gestão municipal em dar uma resposta às desigualdades, discriminações e intolerâncias, criando o espaço e a as condições para que haja debate público e diálogo entre todos os segmentos que lutam contra o racismo e as diversas formas de discriminação.

As propostas retiradas na Conferência Municipal devem ser ratificadas pela II Conferência Estadual e depois pela II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CONAPIR). Só então passam a ser diretrizes de atuação. Na Conferência Municipal também são eleitos os delegados que participarão da Conferência Estadual.

Independente das propostas serem aceitas ou não em outras esferas administrativas, o  que for discutido em São Paulo servirá com subsídio para a construção de um  plano de igualdade para a cidade. “Acho que este será o grande diferencial da Conferência Paulistana”, afirma o Secretário Ricardo Montoro. 

 

Serviço: II Conferência da Igualdade Racial da cidade de São Paulo
Local: Assembleia Legislativa de São Paulo, Av. Pedro Álvares Cabral, 201, São Paulo
Data: dias 8,9 e 10/05

Fonte: Prefeitura de SP